quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Não podia deixar para depois...


De repente bateu uma vontade de falar, ou seria uma vontade de gritar?

Será que tem alguém aí para mim ouvir? Ou cada um está preocupado com suas dores e suas alegrias tamanhas a ponto de não perceber o outro?
É o mundo com suas diferenças, e suas intensidades.
Quantos fracassos!
Quantas lágrimas escondidas em sorrisos!
Quanta fraqueza numa aparente fortaleza!

Há algo que nos levanta, nos impulsiona! As dores existem...e por elas chegamos a Luz." Pela cruz, à luz!"

E quando falamos em FAM ILIA ( familia ilha ), as nossas famílias estão se individualizando. Vivemos, muitas vezes, numa ilha dentro de nossas casas. Estamos perdendo o posto, estamos nos tornando escravos do tempo, das máquinas, dos problemas.

Os dias passam...Sim, eles passam...E estão passando cada vez mais rápido. Tenho medo de perder o "trem". Tenho medo de deixar alguém especial passar. Tenho medo de não me doar o quanto deveria. Tenho medo de não sorrir o quanto necessitava.

Tenho medo de não poder estar presente quando você mais necessitar...

Há algo aqui dentro que clama por dias sempre melhores, por família mais santas, por amigos mais fiéis, por pessoas mais sensíveis, por amores mais duradouros, por palavras de conforto, por abraços sinceros.

Há alguém aqui que sempre precisa se abastecer!



( Suelem de Oliveira )


8 comentários:

Mary disse...

bem, vamos por partes! muito rico esse post!

"Pela cruz, à luz!"... relutei muito até entender essa verdade... meu último post diz tudo, né???

"Os dias passam...Sim, eles passam...E estão passando cada vez mais rápido..." Esse é o ponto da viad que mais me assusta. Meu post do dia 28/08/2007 complementa seu sentir...

"O que mais me assusta no processo de viver não é a morte em si. O que mais me assusta é o correr enlouquecedor dos dias, o risco de ter uma existência vã, a incerteza do amanhã e, sobretudo, o fato de só termos apenas uma vida para se viver. E de não podermos voltar no tempo um só instante sequer, seja para fazer o que não foi feito, seja para refazer o que foi feito ou seja para jamais fazê-lo..."

Precisa dizer mais? beijo e paz!

Marina disse...

Olá... nossa seu blog é simplismente LINDO!!!! *.*

Não eu não sou da Canção Nova, mas sempre que posso vou pra lá... acho que vou no hosana Brasil ^^

Quando tem evento aqui em SP de FDS tento ir tb... são muito bom os encontros! Esse FDS teve um show do Dunga aki... nossa mto bom!!!

Tambem tenho vontade de me dar 24h por Deus, trabalhar pra evangelizar sabe? Já pensei em procurar o vocacionado da CN, mas nesse momento Deus me mostra um outro caminho, pelo menos por enquanto...

Você tem msn? Se tiver me add, ae podemos conversar melhor: vivendoemversos@gmail.com

Vou add vc nos meu favoritos ta?

Bjxx e fique com Deus ^^

Sem mais
Mari

Mary disse...

amiga, post novo... essa semana num tô bem, sem dinheiro pra ir na terapia... só me resta escrever... bj!

http://textoscontextos.blogspot.com/

Rafa disse...

Saudade, Sú!
Mulher, arrepiei com esse texto.
Tudo o q digo, titubeando... Vejo aqui, claro e simples, intenso e puro!
E nao tenho nada a dizer...
Nada mesmo!
Vc é abençoada!

Anônimo disse...

Sentir-se sozinho no meio da multidão. Muitas vezes acontece isso, momentos em que precisamos desabafar, mas falta alguém para ouvir, ouvir com amor, acolher, esses são os sentimentos quando nos sentimos sós, quando nossos problemas se tornam grandes e nos faz pequenos. Somos anjos de uma asa só AMIGA, e quando precisar voar, buscar algo que sozinha não conseguir, conte comigo, pois estarei ao seu lado.
Khênia (Kumady)

Lu disse...

Ai Su, que lindo! Viver é tão bom e tão lindo,mas confesso que às vezes viver me assusta também. Assusta o egoísmo desmedido, a busca exacerbada do ter, a desvalorização da vida, as preocupações exageradas por coisas supérfluas e sobretudo o distanciamento das pessoas. Com tanta tecnologia e estamos tão longe uns dos outros e, o pior de tudo, longe de Deus. Estamos muito preocupados com os nossos problemas, as nossas angústias, as nossas dívidas, o nosso trabalho, o nosso bem-estar e o outro sempre fica para o depois. Esse teu grito é o grito de muitos, Su. Aonde isso vai parar? Que Deus tenha misericórdia de nós. Bjus e fica com Deus!

Em Construção... disse...

Sinto o mesmo...
JÁ FALOU TUDO...RS
AMO
bJUS
DANY!

Nanita disse...

é bom parar pra falar e mesmo nos dias de hoje em que a maioria das pessoas está mais preocupado com o seu proprio umbigo e seus problemas no meio dessa louca multidão encontra-ras alguém para se abrir , pra te ouvir simplesmente. adorei isso :*